Iníciohome

Mais uma vítima acusa tarado do laboratório Lacmar de obrigar a fazer sexo

Constrangido com nudes que mostram pênis pequeno, empresário suspeito chegou a debochar da denúncia, dizendo que o "tamanho não condiz com a realidade"

Autor: Itamargarethe

Publicado em: 05/04/2019 - 16:19

Acessado: 773 vezes


Após reportagem sobre a denúncia de uma ex-funcionária acusando o empresário Paulo Braid Ribeiro Júnior, de lhe demitir por se recusar a fazer sexo, mais uma mulher procurou a Polícia Civil para denunciar o sócio proprietário do Laboratório de Análises Clínicas do Maranhão (Lacmar), por assédio sexual. 

 

Segundo informações obtidas com exclusividade pelo blog, a mulher – que é enfermeira e trabalhou em uma das empresas da família do empresário – compareceu à Delegacia da Mulher no final da tarde de ontem para formalizar a denúncia.

 

Em depoimento à delegada Kasumi Tanaka, a enfermeira detalhou um convite feito pelo empresário para ir ao motel Le Baron, juntamente com outra funcionária, com o objetivo de realizar sessão de sexo a três. De forma unânime, as vítimas relatam que o patrão as teriam assediado, enviando 'nudes', dentro e fora do expediente de trabalho.

 

A família Braid atua há anos na área da saúde, sendo proprietária de inúmeros empreendimentos, incluindo uma maternidade, no bairro do Olho d'Água, laboratórios e clínicas, além de manter contratos com o Governo do Estado e Prefeituras.

 

ACUSADO SE DEFENDE
Desde que a denúncia veio à tona, o empresário passou a negar as acusações. Ontem, em contato com a titular do blog, via telefone, o denunciado rechaçou com veemência o teor do material apresentando. Constrangido com nudes que mostram pênis pequeno, Paulo Braid chegou a debochar da denúncia, alegou ser fake news e afirmou as espessuras exibidas (do pênis pequeno) na foto, tanto no comprimento quanto na largura, não reportarem a realidade das suas genitálias.


Gostou do post? Deixe um comentário e/ou compartilhe!

Você não está logado. Você pode comentar como anônimo, mas para os seus comentários serem associados a seu perfil e você poder altera-los posteriormente faça login

Infelizmente alguns emojis não aparecerão nos comentários.


Comentários

Leia meus outros textos

Foto de capa do texto 05 de abril de 2019
Delegado é afastado e policiais civis são presos por corrupção

Foto de capa do texto 05 de abril de 2019
Deputados trocam ameças e acusações verbais na AL